AGENDA
Lista de títulos 21-12-2005
Previdência -

COM O FOCO NA PEQUENA EMPRESA

Carta Capital

A Associação dos Fundos de Pensão das Empresas Privadas (Apep) tem feito gestões junto à Secretaria de Previdência Complementar (SPC) com o objetivo de alargar a sua base de associados. O presidente da entidade, Paulo Tolentino, defende que os fundos fechados da iniciativa privada tenham um tratamento diferenciado. Segundo ele, a administração dos recursos normalmente é terceirizada a instituições financeiras. Além disso, a maioria tem como critério atuarial o sistema de contribuição definida. Isso minimizaria os riscos de rombos de caixa. Daí o seu pleito de que o controle dos fundos privados fechados seja mais flexível, dispensando práticas onerosas.
Exemplos desses gastos? A necessidade de disponibilizar informações periódicas sobre a faixa etária dos participantes e a realização de auditorias qüinqüenais. “Isso afasta as pequenas e médias empresas do mercado”, diz. Do ponto de visto do empregado, tais iniciativas também seriam vantajosas, segundo Tolentino. Cortariam despesas, como as taxas de administração, o que resultaria em maior rentabilidade do fundo, a ser usufruída na aposentadoria do funcionário contribuinte do fundo.

- Por Márcia Pinheiro